919df067a8fbd22ce7b6f401b7688b35.png
pp capa.jpg

 PILOTO PRIVADO

 

O curso prático de Piloto Privado visa preparar o piloto-aluno para pilotar aeronaves de forma segura, com as técnicas de pilotagem corretas em condições visuais (VFR) diurnas e noturnas. 

 

Podendo ser cursado para lazer ou iniciação da carreira aeronáutica, o curso visa preparar o piloto para ter sólidos conhecimentos em sua vida aeronáutica.

Licença e Habilitação

Ao final do treinamento o piloto-aluno obterá uma licença de Piloto Privado Avião e habilitação monomotora (MNTE). 

 

Requisitos 

Certificado Médico Aeronáutico (CMA) de 2º classe ou superior

16 anos de idade

Ensino Médio completo

O que é o Certificado Médico Aeronáutico (CMA)

É um exame de saúde pericial que tem o objetivo de certificar a aptidão física e mental de tripulantes, considerando o exercício de cada função. A certificação médica busca limitar o risco à segurança do voo decorrente de problemas de saúde, tendo validade específica de acordo com a classe, função, idade e outras possíveis condições médicas.

Os requisitos de saúde necessários para obtenção de Certificado Médico Aeronáutico (CMA) podem ser consultados no Regulamento Brasileiro de Aviação Civil nº 67 – RBAC 67, disponível no site da ANAC (vide legislação) ou em PDF abaixo.

Aeronaves

Dispomos de uma frota diversificada para você ter liberdade de escolha em qual aeronave deseja realizar seu treinamento.  Para o treinamento de Piloto Privado avião dispomos das aeronaves:

  • Cessna-152 

  • Piper Cheeroke 

  • NE56c Paulistinha

  • EMB 712 Tupi (voos diurnos e noturnos)

  • Diamond DA-20 (voos noturnos)

  • Arrow III (voos noturnos) 

Treinamento 

O treinamento de Piloto Privado Avião tem duração mínima  de 45,3 horas de voo divididas em 6 fases.

Fase 1 

Composta por no mínimo 10 horas de voo onde inicialmente  o aluno realiza voos altos tendo o primeiro contato do piloto aluno com o avião, onde ele vai aprender o desempenho e a reação da aeronave em relação aos comandos de voo e realizar seus primeiros pousos e decolagens.

Fase 2 

Conhecida como fase de TGL (touch-and-go-landing) esta fase do treinamento é dedicada aos pousos, decolagens, panes simuladas e aperfeiçoamento de manobras e tem duração mínima de 8 horas de voo. A intenção é aperfeiçoar a interação do aluno com o avião, aprendendo a realizar não só pousos e decolagens seguras, agir de forma eficiente em situações anormais. Com êxito nas missões, a última hora desta parte do treinamento é o voo solo, onde o aluno executa decolagens e pousos sozinho no avião. Para o voo solo é necessário ser maior de 18 anos e estar aprovado na banca da ANAC de Piloto Privado.

Fase 3

Conhecida como fase de voo de “Aperfeiçoamento” é composta de no mínimo 10 horas. Nesta fase do treinamento o aluno irá aperfeiçoar manobras, pousos e decolagens, simular diferentes cenários de situações e desenvolver mais confiança.

Fase 4

Conhecida como fase de voo de Navegações é composta por 10 horas de voo de navegação e divida em 4 voos onde o aluno piloto desenvolve a sua localização aeroespacial, aprende a realizar uma rota com segurança e a se comunicar com diferentes órgãos de tráfego aéreo. Vale ressaltar que os tempos levados em taxiamento com as aeronaves não contam para totalidade das horas da fase apresentada. 

Fase 5

Composta por no mínimo 4 horas de voo, o voo noturno é o momento em que o aluno aplica os conceitos vistos na fase de navegação visual diurna para um o voo visual noturno, basicamente é uma adaptação ao voo noturno, aos efeitos de percepção que a noite proporciona e sua operação. 

Fase 6

Última fase do curso de Piloto Privado Avião. O voo de check. É um voo de avaliação com um piloto examinador credenciado pela ANAC, onde serão realizadas perguntas técnicas sobre a aeronave e o voo e serão avaliadas as habilidades desenvolvidas pelo candidato a licença de Piloto Privado Avião.

Após o voo de cheque

Após o voo de cheque o até então aluno-piloto passa a ser e ter uma licença de Piloto Privado Avião e habilitação monomotora (MNTE). Para tanto, é necessário o envio de processo junto a ANAC. Se for desejo do piloto, a secretaria do Aeroclube de Eldorado do Sul realiza o processo burocrático.  A validade de cada habilitação é variável.  No caso da habilitação monomotora (MNTE) existe uma validade de 2 anos e ao atingir esse período o piloto deverá realizar uma revalidação desta para continuar voando. Vale ressaltar que a licença de Piloto Privado Avião não permite atividades remuneradas como piloto, para atividades remuneradas é necessária uma licença de Piloto Comercial Avião.

GRU - Guia de Recolhimento da União

Os pagamentos de taxas ou de valores de qualquer natureza junto à ANAC devem ser efetuados por meio do formulário Guia de Recolhimento da União - GRU. Cada habilitação tem sua taxa atrelada a uma GRU específica.

 

Documentos para matrícula

  • RG; 

  • CPF;

  • Título de eleitor;

  • Histórico de conclusão do Ensino Médio;

  • Comprovante de residência; 

  • Certificado de reservista ou alistamento militar (homens);

  • Código ANAC;

  • CMA de 2° classe;

  • 2 Fotos 3x4.

Veja também

cessna.jpg

PILOTO PRIVADO TEÓRICO EAD

R$ 999,90

anac 3.png
fpl2_edited_edited.png
cenipa.png
fab%201_edited.png
aisweb.png
  • Grey Facebook Icon
  • Grey Instagram Ícone
  • Grey YouTube Icon

© 2020 - Aeroclube de Eldorado do Sul - Centro de Ensino Aeronáutico

CNPJ: 96.750.450/0001-70 - Br-290 Km 123, Eldorado do Sul, RS
secretaria@aeroeldorado.com.br - Telefone: 51 3806 2020 | 51 3806 2019

0
C-152